Notícias
17/11/2015 -
Falta de cr??dito e confian??a afeta mercado de im??veis

A conjuntura econômica é muito desfavorável ao mercado de imóveis. Não bastasse a recessão que afeta o ânimo dos compradores potenciais, muitas instituições financeiras já não têm recursos provenientes das cadernetas de poupança para oferecer empréstimos para a compra da casa própria. Em alguns casos, os bancos precisam se valer de instrumentos de captação de custo mais elevado, como as Letras de Crédito Imobiliário (LCIs), o que resulta em prestações mais altas, afugentando os mutuários finais. Essa situação está afetando quase todos os principais agentes de crédito.

A escassez de recursos - quase R$ 54 bilhões saíram das cadernetas do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) entre janeiro e outubro, dos quais R$ 2,8 bilhões no mês passado - é um dos fatores que explicam os dados negativos divulgados há alguns dias pelo sindicato da habitação (Secovi), sobre a Região Metropolitana de São Paulo.

Não há soluções simples para a retomada do setor. Mesmo que os juros caiam se a inflação ceder e a situação fiscal melhorar, será preciso que os mutuários potenciais recobrem a confiança.

O Estado de S. Paulo - São Paulo/SP - EDITORIAL ECONÔMICO - 17/11/2015 - Pág. B2