Notícias
17/08/2012 -
Emprego cresce 0,17% em julho, primeira alta do ano no Estado

Pela primeira vez desde o in??cio de 2012, o emprego formal em SC registrou crescimento, embora bastante t??mido. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira pelo Minist??rio do Trabalho, a varia????o em julho foi de 0,17%.
Apesar de positivo, o crescimento estadual ainda est?? abaixo do registrado no pa??s, que cresceu  0,37%, e da Regi??o Sul, com alta de 0,19% no per??odo. Em SC, foram criados 3.227 novos postos de trabalho com carteira assinada no m??s passado. Na compara????o com julho de 2011, o saldo de empregos foi 7,4% maior. J?? na rela????o com o m??s anterior, junho de 2012, a expans??o foi de 117%.

No acumulado dos sete primeiros meses do ano, houve a cria????o de 55.888 novas vagas. Este volume de postos de trabalho representa um recuo de 2,6% em rela????o ao desempenho de igual per??odo de 2011, quando foram criadas 57.392 vagas.
No Estado, o setor de servi??os  foi o que mais gerou emprego com carteira assinada em julho. Foram 1.459 novos postos. Junto com a constru????o civil , que criou 1.017 vagas, representa 75% de todos os empregos criados no m??s. No caso dos servi??os, os ramos com melhor desempenho foram alojamento e alimenta????o (863) e servi??os m??dicos (519).
Setor agropecu??rio foi o que mais sentiu no m??s

Outros setores que tiveram crescimento, ainda que pequeno, na gera????o de empregos, foram o segmento extrativo mineral (82 vagas) e administra????o p??blica (550).
O setor agropecu??rio teve o pior desempenho em julho, com 351 empregos a menos e recuo de 0,80%, enquanto o com??rcio tamb??m fechou vagas (redu????o de 115 postos). Na compara????o com julho de 2011, o com??rcio teve queda de 0,03%.

A ind??stria da transforma????o gerou 588 novos empregos no m??s passado, varia????o de 0,09% em rela????o a junho. No ano, o saldo do emprego industrial ?? de 28,2 mil vagas, e crescimento de 4,34%, enquanto nos ??ltimos 12 meses, o saldo ?? de 18.879 empregos e aumento de 2,86%, sempre na compara????o ao mesmo per??odo do ano anterior.
No pa??s, a cria????o de empregos em julho surpreendeu o mercado financeiro e o governo, pois foram criados 142,5 mil postos com carteira assinada, aumento de 18% sobre junho.
??? Esper??vamos, no m??ximo, um saldo de 120 mil vagas, e tivemos 22,5 mil a mais ??? comentou o diretor do departamento de Emprego e Sal??rio do Minist??rio do Trabalho, Rodolfo Torelly.

Fonte: Di??rio Catarinense