Notícias
20/10/2011 -
Governo federal triplica meta do Minha Casa Minha Vida em Santa Catarina

Santa Catarina tornou-se nessa ter??a-feira, dia 18 de outubro, o primeiro Estado do pa??s a aderir ?? segunda fase do programa Minha Casa, Minha Vida. Durante solenidade realizada em Florian??polis, o ministro das Cidades, M??rio Negromonte, anunciou a libera????o de R$ 5 bilh??es para a constru????o de 75 mil unidades residenciais em cidades catarinenses at?? 2014. O n??mero ?? tr??s vezes maior do que as 24 mil unidades estipuladas na primeira fase, meta que acabou superada com folga (33 mil).

Na solenidade, prefeitos de 55 munic??pios catarinenses aderiram ?? segunda etapa do programa do governo federal. ??? contra 26 na primeira etapa.Das 75 mil unidades anunciadas pelo ministro para SC, de um total de 1,2 milh??o no pa??s, mais de 20 mil ser??o destinadas ??s fam??lias com renda mensal de zero a tr??s sal??rios m??nimos (R$ 1,6 mil).

O valor dos im??veis para esta faixa ?? de at?? R$ 56 mil na Capital e regi??o metropolitana, de R$ 48 mil nas cidades com popula????o entre 20 mil e 50 mil habitantes, e R$ 52 mil nas demais localidades. Entre os munic??pios da lista est??o Balne??rio Cambori??, Blumenau, Chapec??, Lages, Crici??ma, Joinville, Rio do Sul e Palho??a. O programa prev?? um padr??o mais elevado de constru????o nesta etapa, que inclui ??rea constru??da maior, revestimento cer??mico em todas as paredes da cozinha e do banheiro e at?? aquecimento solar.

??? ?? importante que essas novas moradias se tornem um bairro da cidade e n??o uma futura favela. Por isso, ?? vital a mobiliza????o dos governos em oferecer escolas, creches e ??reas de lazer nesses locais ??? afirmou o ministro Negromonte.

Em Florian??polis, a primeira etapa do Minha Casa, Minha Vida fracassou. N??o houve nenhum empreendimento contratado para a faixa de zero a tr??s sal??rios. Isso apesar de uma fila de espera de 14 mil fam??lias. Prefeitura e construtoras alegaram que os altos pre??os dos terrenos na Capital inviabilizam a constru????o deste tipo de im??vel.

Florian??polis estuda a doa????o de terrenos
A promessa ?? de mudan??a nesta etapa. O superintendente da Caixa em SC, Roberto Carlos Ceratto, afirmou que a prefeitura estuda a doa????o de 10 terrenos para a constru????o de unidades destinadas ?? baixa renda. Segundo ele, os 14 mil inscritos na primeira fase n??o ter??o prioridade agora. Em todo o pa??s, o investimento previsto pelo programa de habita????o ser?? de R$ 125,7 bilh??es.

Fonte: Di??rio Catarinense