Notícias Seconci
02/04/2015 -
Responsabilidade do engenheiro civil no canteiro de obra

Os engenheiros civis responsáveis pela execução das obras precisam ser profissionais multifacetados. Além de todos os afazeres relacionados ao cronograma da obra, a entrega de materiais, a verificação da qualidade do trabalho e o gerenciamento da equipe, esses profissionais devem ter outra grande preocupação: a segurança dos trabalhadores.

Em alguns casos, a segurança dos trabalhadores é o calcanhar de Aquiles de alguns engenheiros civis, que mesmo apresentando um trabalho impecável, pelo infortúnio do destino, têm um de seus trabalhadores acidentados na obra. A legislação delega o engenheiro como preposto da empresa e, portanto, o responsável pelos acontecimentos em seu canteiro de obra. Por esse motivo, que a segurança tem que ser implantada de forma prevencionista.

O gestor do Seconci, Carlos Cortez, é engenheiro há mais de 20 anos e sabe que diferente da indústria, onde cada profissional tem sua atividade e posto de trabalho muito bem definido, na construção civil o dinamismo faz com que o trabalhador exerça várias atividades em diferentes pontos de trabalho dentro de um mesmo canteiro de obra.

Outro empecilho para o engenheiro é a dificuldade que muitos trabalhadores têm em usar os equipamentos de proteção individuais (EPI’s) corretamente. O engenheiro Carlos alega que alguns trabalhadores preferem contar com a sorte. “É função do engenheiro civil conscientizar e obrigar aqueles que trabalham em seu canteiro de obra a utilizar corretamente os EPIs, bem como, as proteções coletivas obrigatórias, afinal a responsabilidade pela vida do trabalhador também é do engenheiro civil”, destacou. O Seconci Florianópolis nasceu para atender essa necessidade, ou seja, auxiliar as empresas e seus engenheiros civis a coordenar as ações preventivas exigidas pelas normas vigentes e a priorizar a vida dos nossos colaboradores.

Em virtude do exposto, a equipe técnica do Seconci está sempre atenta as leis e, juntamente com o setor jurídico, debater as atualizações impostas pelos órgãos competentes visando resguardar de forma eficaz as empresas associadas. Carlos destaca que o Seconci está passando por um período de mudanças e um dos objetivos é melhorar os conceitos utilizados para a elaboração dos programas de saúde e segurança do Seconci. “Nosso objetivo é resguardar as vidas dos trabalhadores e dirimir as não conformidades identificadas nos canteiros de obras das empresas associadas”, informou.